Deixe um comentário

Formação de Acordes diminutos de 7ª (º7)

Acordes de sétima

O acorde diminuto de sétima é construído a partir do acorde diminuto (dim) e acrescentando um intervalo menor de sétima. Daí a designação de “diminuto” porque todos os seus intervalos são menores. Não o confunda com o “meio diminuto de 7ª (m7b5)”, onde o último intervalo é maior. Usando o acorde de Dó como exemplo:

C C#
Db
D D#
Eb
E F F#
Gb
G G#
Ab
A A#
Bb
B C C#
Db
D D#
Eb
E F F#
Gb
G G#
Ab
A
R(1) m2 2 m3 3 4 b5 5 m6 6 m7 7 8 m9 9 m10 10 11 b12 12 m13 13
int. menor
int.  menor int. menor

O acorde meio diminuto de 7ª tem a estrutura R m3 b5 6(bb7). Os primeiros dois intervalos são os do acorde diminuto normal. O último intervalo (menor) acrescenta a Sétima. Porque a última nota é a 6ª, há quem lhe chame também o acorde diminuto de 6ª. Quanto a nós esta designação não é correcta por as designações de 6ª ou add2, add4, etc, só devem ser utilizadas para acrecentar notas a acordes quando estas não encaixam na estrutura normal de intervalos maiores ou menores. 
No exemplo dado, o acorde Cº7 tem as notas, Dó, Mi bemol, Sol bemol e Lá. Outras designações que costumam ser dadas a este acorde são: Cdim7 ou Cº. Também se encontra por vezes em algumas cifras a designação Cdim, mas esta simbologia está errada porque corresponde ao acorde diminuto normal (sem 7ª).
Como já referimos há quem também use a designação Cdim6 ou Cdim(add6).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: