Deixe um comentário

Tocar Guitarra – Novo Site

Um dia destes vou me dar ao trabalho de fazer uma página explicando a origem do blog e sua história. Mas hoje, a única coisa que vou postar é um link, um link para um blog redesenhado e atualizado. É fácil navegar pelo portal e escolher a matéria que deseja baixar ou assistir online. Entre no novo blog do Guitar Classroom: Tocar Guitarra

Deixe um comentário

Revistas de Guitarra online

Olá! Acabei de conhecer um serviço fantástico que permite publicar os arquivos PDF online, e você pode os ler sem ter de baixar. Agora torna-se ainda mais fácil aprender a tocar guitarra, como sempre grátis e online. Neste post não tenho preparado nada de novo, mas vou publicar um PDF que eu tinha deixado para download aqui no blog, para ver, não é preciso fazer nada, apenas veja a aplicação abaixo e comece a ler. Bom estudo!

O que achou desta maneira de estudar, diga-nos a sua opinião, comente este artigo!

Deixe um comentário

Como se faz a distorção

Olá! Como vão os seus estudos? Hoje vou ensinar-vos como se obtém a distorção da guitarra eléctrica (que, aliás, é a sua principal função juntamente com o amplificador). Encontrei este artigo no site Música & Acordes e achei muito legal para aqueles que querem saber mais “cientificamente” como ocorre a distorção, então cá vai.

Todos os sons são compostos por uma combinação de sinusoides de diferentes fases e frequências. O sinal de uma guitarra corresponde à soma das vibrações sinusoidais de cada corda. Cada corda também gera sinusóides distintas.

Quando se transforma a forma de uma sinusoide, mesmo que se mantenha a frequência fundamental, são geradas outras frequências (que podem ser harmónicas ou não).

O caso típico do “Fuzz” é a sobre-amplificação de uma sinusóide por forma a que a electrónica não consiga (ou esteja desenhada para …) replicar o mesmo sinal com uma maior potência ou amplitude, o resultado é uma sinusoide “achatata” que gera múltiplas frequências em torno da fundamental.
Quanto mais “abrupta” for a transformação da sinusoide, mais metálico o som soa.

O segredo da “boa” distorção é a geração de harmónicas na mesma frequência, quando várias frequências são geradas pela guitarra.” – Música & Acordes

Deixe um comentário

Animar as festas com a guitarra!

Quantos de nós tem uma guitarra em casa,que  até goste de brincar com ela e passar o tempo, mas quando alguém pede para tocar alguma música mais conhecida a gente não sabe o que tocar? Pela minha experiência posso dizer que a maioria das pessoas é assim. E então, vai continuar apenas tocando essas “musiquinhas” que ninguém conhece? Neste post vou mostrar uma música que pode tirar alguma monotonia e a ao mesmo tempo ser um belo momento musical nas festas lá de casa.

O que é preciso?

  • Uma guitarra (realmente é muito útil quando o objectivo é tocar guitarra)
  • Mãos (apesar de algumas pessoas tocarem com os pés, as mãos dão mais jeito, veja o vídeo a seguir)
  • Uma música (é isto que vou focar neste post)

Se você não tem música continue a ler, se tiver….leia na mesma:

Ok, você tem  a guitarra e as mãos, mas e a música, não adianta ter os os dois primeiros sem o último portanto vou dar uma ajudinha a vocês, a música que eu sugiro é “Hey Jude” dos “The Beatles”. Ela  pode não ser a música deles, mas de certeza que é uma das melhores. Se você não a conhece eu mostro o vídeo (melhor dizendo: o Youtube mostra o vídeo): Já ouviu? E que tal? Se você é fã de Rock, Metal e todos os semelhantes a probabilidade de gostar é pequena, mas se não for então deve gostar.Portando agora é só aprender e as festas lá de casa ou lá de fora vão ser mais interessantes pois para o “palco” vai subir você(esta frase devia inspirar-vos, se não o consegui peço desculpa :p).

Se quiser aprender então leia o resto, se não…….então mude de ideias e continue a ler 🙂 :

Vou deixar os links para vocês verem os acordes(ou cifras) ou ,se a sua habilidade de mexer com os dedos for maior deixo as tablaturas.

  • Quero os acordes – Então Cifras.com é a solução, clique aqui.
  • Quero as tabs – Então eu já fiz a procura, é só baixar e abrir com o Guitar Pro * Clique aqui ou para uma versão diferente clique aqui

*Pode conhecer o programa e fazer o download aqui. Se tiver medo de tocar em público posso dar uma ajuda, leia este post:

Espero que tenha gostado da música e do post, para a próxima há mais, por isso fique sempre ligado ao blog e comente os artigos. Bom estudo 🙂

Deixe um comentário

Top 10 – Melhores bandas

1º – Led Zeppelin
2º – The Beatles
3º – Red Hot Chili Peppers
4º – Van Halen
5 º – The Rolling Stones
6 º – Bob Marley & The Wailers
7 º – Black Sabbath
8 º – Pink Floyd
9 º – Metallica
10 º – Iron Maiden

Os critérios do ranking são:

– Gosto do público
– Relevância para a história da música
– Inovação
– Qualidade das composições
– Variedade das composições (versatilidade)
– Quantidade de hits (ou músicas muito boas)
– Talento e qualidades dos integrantes (principalmente o vocalista)
– Entrosamento entre os membros
– Influência sobre outras bandas
Deixe um comentário

Técnicas de guitarra – Bend

E para que as suas músicas ganhem um som diferente esta técnica vai ser bem útil!

O que é?
Fazer um Bend é usar o dedo da mão esquerda que está segurando uma nota para puxar a corda para cima ou pra baixo, ao mesmo tempo em que pressiona a corda contra o braço da guitarra. O efeito que você obtém é uma nota mais aguda. A intensidade do Bend é você quem escolhe – você pode dar um Bend de meio tom, um tom inteiro, um tom e meio, dois tons… Quanto maior for o Bend mais você precisa puxar a corda. Dá no mesmo puxar para cima ou para baixo. É mais fácil executar Bends na guitarra do que no violão, pois as cordas da guitarra são menos tensas.

Quem Faz?
Além disto o bend é uma das ferramentas principais para adicionar feeling nas frases e solos. Um exemplo disto isto é o grande guitarrista de blues B. B. King que toca somente o necessário temperando suas frases com bends. Você pode ouvir um solo cheio feeling de B.B. King e vários bends em ‘Playing With My Friends’.

Praticamente todos os guitarristas que solam usam Bends, é uma técnica básica e essencial. O guitarrista que faz os Bends mais animais de todos é o Zakk Wylde, que chega a fazer Bends de dois tons, o que pode ser difícil para muitos guitarristas e bastante incomum. Os Bends mais agressivos de Zakk, junto com uma distorção pesada, fazem seus solos soarem brutalmente perfeitos. Você pode confirir Zakk Wylde tocando com Ozzy Osbourne em ‘No More Tears’.  fonte[guitarcoast] Gostou do artigo? Então diga-nos a sua opinião e dê vida ao blog 🙂

Deixe um comentário

Técnicas de guitarra – Vibrato

Olá! Se você gosta de fazer solos com a sua guitarra tem de dominar o vibrato bem, com esta técnica as músicas ficam muito mais lindas e cativantes, leia este post e começa já a praticar 🙂

Para o guitarrista solo, bends(aprenda esta técnica também) e vibratos são algumas das habilidades mais importantes para dominar.

O que é?
O Vibrato é uma das técnicas básicas da guitarra, ele serve para dar mais intensidade a qualquer nota tocada na guitarra, principalmente em solos. Ele é utilizado em todos os estilos de música, desde o jazz até o metal.

Como se faz?
O vibrato é composto por sucessivos mini-bends realizados em torno de uma determinada nota. Ele pode ser executado de duas formas. Na primeira você faz movimentos curtos com o dedo que está segurando a nota, para cima e para baixo. Na segunda, você mantém esse dedo fixo e gira o pulso, dessa forma o dedo vibra sem você precisar movimentá-lo. Para conseguir um vibrato suave, pratique devagar no início. Experimente o vibrato em seus solos tocando com e sem distorção.

O vibrato também é uma ótima técnica para controlar o feedback da guitarra, quando ela está com muita distorção e sobrando microfonia. Dá um ótimo efeito!

Quem Faz?
Todo mundo usa o vibrato, mas para entender bem como ele pode mudar uma música, ouça Summer Song, de Joe Satriani, que é um mestre do vibrato. Outro guitarrista conhecido por seu vibrato e um incrível feeling ao solar é David Gilmour, do Pink Floyd.

fonte[guitarcoast]